Rede Mandala celebra encerramento das atividades anuais do Núcleo Maria Rosa

No último dia 09, o Cefuria e mais algumas integrantes de empreendimentos urbanos da Rede Mandala visitaram a Escola Latino-Americana de Agroecologia, no assentamento Contestado (Lapa-PR). Naquele espaço ocorreu o encontro de encerramento das atividades anuais do Núcleo Maria Rosa da Anunciação.

Havia em torno de 100 agricultores e agricultoras que passam o ano na lida com as plantações e que fornecem alimentos de qualidade para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE); feiras e cestas agroecológicas, além de outras iniciativas de comercialização desenvolvidas pela Cooperativa Terra Livre.

As mulheres, em especial, tiveram centralidade na temática do encontro “Mulher e Agroecologia”. A artesã Tânia Jubanski, uma das lideranças da Rede Mandala e pertencente à Feira Permanente de Economia Solidária, resumiu a sua impressão sobre o evento: “Eu fiquei muito emocionada em estar novamente no assentamento Contestado, reencontrar pessoas queridas, que fazem parte de nossas vidas. Me emocionei bastante com vários depoimentos das mulheres, sobre suas ações e agroecologia em seus locais de trabalho.
Penso que sou muito grata em fazer parte deste grande movimento.”

Além dos componentes da rede Anunciação, os demais empreendimentos da Rede Mandala, nas pessoas de Jacque e Tania (Rede Feira Permanente) e Luis (Rede Utopia) tiveram como meta aproximar o campo e a cidade em suas múltiplas atividades que se complementam.

Israel Lourenço e Tania foram apresentados publicamente como futuros conselheiros de economia solidária no estado. A mística inicial retratou a dinâmica interna de oito diferentes redes, integradas e compondo a grande Mandala.

Na ocasião também foram visitadas as instalações da cooperativa terra livre, em especial a nova área de transbordo de produtos, em construção, para serem melhor acondicionados até que sigam para escolas, residências ou comércio regional e nacional, bem como a estufa agroecológica, que tem recursos envolvidos no termo de fomento nº 857556/2017 do Ministério da Cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 9 =