Brasil de Fato | Rede reúne produtores e consumidores da agricultura familiar em Curitiba

Site da rede disponibiliza cerca de 130 itens, de alface a cachaça orgânica

Iniciativa reúne cerca de 250 produtores rurais ligados à Cooperativa Central de Reforma Agrária e empreendimentos de economia solidária / Joka Madruga


Sem atravessadores ou grandes redes de mercado. Uma rede de comercialização direta entre produtores e consumidores se conecta por grupos de whatsapp e via site, com sacolas montadas a partir de cada pedido e entregas em pontos específicos, espalhados por toda Curitiba. É assim que produtos processados e in-natura, vindos da agricultura familiar e agroecológica do Paraná, são distribuídos semanalmente na capital.

O projeto reúne cerca de 250 produtores rurais ligados à Cooperativa Central de Reforma Agrária e oito empreendimentos de economia solidária da capital, entre padarias comunitárias e grupos de artesanato. O site da rede disponibiliza cerca de 130 itens, de alface a cachaça orgânica.

A iniciativa começou pequena e, atualmente, movimenta cerca de oito toneladas por mês, conforme explica um dos responsáveis pela Cooperativa Central, Ademir Fernandes: “Quando a gente iniciou, se vendia 20, no máximo chegava em 40 sacolas. E era quinzenal, naquela época. Hoje a gente está com a venda semanal, na faixa de 70 a 80 sacolas”, diz o agricultor, que é integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Produtores e consumidores integrantes desta rede vão participar da 17ª Jornada de Agroecologia, que acontece em Curitiba de 6 a 9 de junho.

Central de distribuição

O grupo se articula para, ainda neste ano, ter um local que sirva como central de distribuição dos produtos da reforma agrária e da economia solidária, que facilite a logística da rede. De acordo com Ademir Fernandes, a intenção é ir além da organização das sacolas individuais: “Assim que esteja tudo estruturado, a ideia e também fazer uma logística para o pessoal da agricultura familiar que vem do campo. Por exemplo, quem entrega merenda escolar, a ideia é que venha pra cá, num viagem só, e faça a distribuição”.

A expectativa de Fernandes é de que a central ajude a consolidar a venda direta entre produtores e consumidores. “Acredito que vai ser um espaço fundamental para esses pequenos empreendimentos se desenvolverem. Porque o pessoal acaba indo para as feira, às vezes vende, às vezes não vende. E com essa venda mais direta ao consumidor, é uma venda garantida de contínua, como pessoal vai conhecendo os produtos, vai conhecendo da procedência, isso dá uma garantia pro consumidor, e também para o produtor. Isso tende só a aumentar daqui pra frente”.

Como participar

A lista dos produtos disponíveis na semana é enviada toda sexta-feira e os pedidos devem ser enviados até segunda à noite, para que a entrega possa ser feita na sexta seguinte.

Você pode fazer o pedido pelo site www.produtosdaterrapr.com.br, ou ter mais informações pelo telefone (41) 99531-7950, via whatsapp. O pedido é entregue em um dos sete pontos indicados no site.

Fonte: Ednubia Ghisi / Brasil de Fato
Edição: Laís Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*