Agricultores e movimentos sociais promovem a II Festa da Semente Crioula

II Festa da Semente Crioula

Mística realizada durante a II Festa da Semente Crioula

 

Camponeses e agricultores guardiões das sementes integraram os movimentos sociais do campo e da cidade para promover a II Festa da Semente Crioula, realizada em Mandirituba, Paraná, neste último domingo (31). O encontro foi realizado na sede da Associação Brasileira de Amparo à Infância (ABAI), e contou com o apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e da Associação para o Desenvolvimento da Agroecologia (AOPA).

Foi realizada uma Mística em defesa das sementes e contra o agronegócio e o uso de agrotóxicos e transgênicos, e após as falas houve ainda uma homenagem a Dom Tomás Balduino, um dos fundadores da CPT. Depois de uma partilha de alimentos, foi feita uma grande exposição dos produtores rurais, aberta à visitação, e a Mística da Troca de Sementes, na qual todos os presentes puderam contribuir em nome da agroecologia e defesa das sementes crioulas. O encontro contou ainda com a participação das Padarias Comunitárias da Rede Fermento na Massa, que disponibilizou os produtos feitos na padaria para venda na Festa da Semente.

Integrantes das Padarias Comunitárias dispõem produtos na Festa

Integrantes das Padarias Comunitárias dispõem produtos na Festa

Plebiscito Popular

Durante a II Festa da Semente Crioula, foi realizado um espaço para debater a Campanha por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. Com a proximidade da semana da pátria, de 1 a 7 de setembro,  data planejada para o lançamento da Campanha do Plebiscito Popular, foi possível abrir um diálogo e convidar os participantes a votar e divulgar o tema.

Maria das Dores Nascimento, de São Paulo, participa da votação do Plebiscito Popular

Maria das Dores Nascimento, de São Paulo, participa da votação do Plebiscito Popular

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 2 =