Ciclo de Cinema “Satisfação ou sofrimento no trabalho”

Cinedebate1 - Cópia

 

 

 

 

Participe do Ciclo de Cinema “Satisfação ou sofrimento no trabalho”, realizado mensalmente, na PUC/PR. A cada exibição de filme, um debatedor convidado contribui para a reflexão aprofundada acerca das atuais condições de trabalho.

A ação é promovida pela PUC/PR, em parceria com o Conselho Regional de Psicologia do Paraná, CEPAT – Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores, Centro de Formação Milton Santos – Lorenzo Milani e Instituto Humanitas Unisinos.

Confira a programação completa:

> 26 de abril | A grande virada (The Company Men)

Diretor: John Wells | Duração: 115 minutos | Produção: EUA, Inglaterra, 2010

Resumo: O filme retrata como diferentes pessoas reagem a demissões em massa. Bobby Walker, um executivo de vendas, precisa se adaptar à vida de desempregado. Gene McClary é o gerente da área que quer evitar mais demissões. Ambos irão reavaliar as prioridades da vida para enfrentar os tempos difíceis.

O drama dirigido e escrito por John Wells, e que é estrelado por Ben Affleck, Chris Cooper, Kevin Costner, Maria Bello e Tommy Lee Jones. Na história, Bobby Walker (Ben Affleck) tem uma bela família, um bom emprego e um deslumbrante Porsche na garagem. O que ele não esperava era que, devido a uma política de redução de pessoal, fosse demitido. Phil Woodward (Chris Cooper) e Gene McClary (Tommy Lee Jones), seus colegas de trabalho, passam pela mesma situação. A mudança faz com que o trio tenha que redefinir suas vidas, como maridos e pais de família.

“O filme reflete muito bem a questão de famílias que trabalhavam para o setor financeiro e perderam o emprego de uma hora para a outra. Reporta como se sai dessa situação e a conjuntura que levou a tudo isso. O foco é o drama familiar que as pessoas passaram durante a crise econômica dos Estados Unidos nos anos 2000”, observa Salvato.

Debatedor: Marciano Cunha de Almeida  Pós-doutorando em Administração na USP, Doutor em Educação (PUCSP) com estágio sandwich na Université de Montreal – Canadá. Mestre em Administração e em Educação (PUCPR), formação em Administração e Ciências Biológicas (UEPB). Diretor da “Marciano Cunha – Desenvolvimento Humano de Organizacional”.

Professor da área de Gestão de Pessoas da Escola de Negócios da PUCPR atuando em cursos de graduação e pós-graduação. Palestrante e consultor em Desenvolvimento Humano e Organizacional. Atualmente desenvolve pesquisas nas áreas de Gestão Estratégica de Pessoas e Gestão de carreiras com foco em processos de Socialização Profissional de estagiários, trainees e executivos.

________________________________________________________________________________

> 31 de maio | Amor sem escalas (Up in the Air)
Diretor: Jason Reitman | Baseado no livro de Walter Kirn (2009)

Resumo: A trama aborda o vazio das relações disfarçado de eficiência. Ryan Bingham (George Clooney) tem por função demitir pessoas. Por estar acostumado com o desespero e a angústia alheios, ele mesmo se tornou uma pessoa fria. Além disto, Ryan adora seu trabalho. Ele sempre usa um terno e carrega uma maleta, viajando para diversos cantos do país. Até que seu chefe contrata a arrogante Natalie Keener (Anna Kendrick), que desenvolveu um sistema de videoconferência onde as pessoas poderão ser demitidas sem que seja necessário deixar o escritório. Este sistema, caso seja implementado, põe em risco o emprego de Ryan. Ele passa então a tentar convencê-la do erro que é sua implementação, viajando com Anna para mostrar a realidade de seu trabalho.

Debatedora: Cleila Elvira Lyra  Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1975) e Mestrado em Sociologia das Organizações pela Universidade Federal do Paraná (1999). Atualmente é diretora consultora – Lyra Consultores S C Ltda, professora visitante da Universidade Federal do Paraná e da Universidade Privada de Angola. Sua experiência principal é na área de Psicologia das Organizações, com ênfase em Análise e Intervenção Institucional, atuando principalmente nos seguintes campos: Coaching Executivo e Empresarial e Coaching para Propósito, Aprendizagem Organizacional, Liderança de Organizações e Pessoas, Consultoria em Comportamento Humano nas Organizações. Pesquisa institucional, abordagem qualitativa. Diretora de Ética da ABRACEM – Associação Brasileira de Coaching Executivo e Empresarial.

________________________________________________________________________________

> 28 de junho | Cidade do Silêncio (Bordertown)
Produção: EUA, 2006 | Duração: 1h52 min  | Direção: Gregory Nava

Resumo: Graças ao Tratado de Livre Comércio empresas do mundo inteiro montaram fábricas no México, na fronteira com os Estados Unidos. Com mão-de-obra barata e isenção de impostos, estas companhias fabricam produtos a baixo custo, que são vendidos nos Estados Unidos. Nas mais de mil fábricas de Juarez um televisor é fabricado a cada três segundos e um computador a cada sete. As fábricas contratam mulheres, que aceitam salários menores e reclamam menos dos expedientes longos e condições ruins de trabalho. Muitas fábricas operam 24 horas por dia. Muitas mulheres são atacadas a caminho do trabalho ou de casa, tarde da noite ou no início das manhãs. As companhias não garantem a segurança dos funcionários e várias mulheres foram mortas em Juarez.

Debatedor: José Henrique de Faria – Professor Titular da UFPR, Professor Sênior do Programa de Pós-Graduação em Administração – PPGADM, Líder do Grupo de Pesquisa EPPEO (www.eppeo.org.br), Diretor-Executivo do Instituto Ambiens de Pesquisa, Educação e Planejamento.

Cinedebate1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 8 =