Cefuria e Rede Mandala são tema de pesquisa acadêmica

Reprodução/Facebook

O Cefuria e a Rede Mandala foram tema de estudo que recebeu a pontuação máxima na Uninter. A estudante de Serviço Social Zete Almeida apresentou, no último dia 16, seu trabalho de conclusão de curso “A Economia Solidária como Mediação para o Processo de Emancipação Feminina, a partir da experiência da Rede Mandala.” O trabalho recebeu nota 100.

“Quero agradecer ao Cefuria – Centro de Formação Urbano Rural Irmã Araújo, que é uma instituição de apoio e fomento à economia solidária, e à Rede Paranaense de Economia Solidária Campo Cidade (Rede Mandala), que com certeza faz uma importante mediação ao processo de emancipação feminina praticando uma economia solidária que é feminina. Agradeço às mulheres incríveis que compõem essa grandiosa rede, ah…como eu tenho aprendido com todas elas”, escreveu a estudante.

Segundo Zete, o tema de sua pesquisa foi desafiador por tratar de uma outra economia, baseada na solidariedade entre as pessoas e não na exploração de trabalhadores e trabalhadoras.

“Falar de outra forma de economia que seja contrária a esse sistema econômico capitalista, individualista e exploratório foi um desafio, mas esse Trabalho de Conclusão de Curso apresentou a economia solidária como outra alternativa de economia e de geração de trabalho e renda, baseada na cooperação coletiva, resultando na solidariedade e igualdade, que tem como um de seus valores o cuidado com o meio ambiente”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 5 =