Paraná Online | Padaria solidária

Padaria Pão da Vida_Andreia_619x232

Fonte: Paraná Online, por Eduardo Santana

Um projeto está mudando a vida de muita gente da comunidade do bairro Lamenha Grande, em Almirante Tamandaré. Batizada como “Pão da Vida”, a ação faz parte da rede de padarias comunitárias idealizada há 15 anos pelo projeto Fermento na Massa – Fortalecimento da Rede de Panificadoras e Cozinhas Comunitárias, firmado com a Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) com apoio da Pastoral da Criança e do Centro de Formação Urbano Rural Irmã Araújo (Cefuria).

Seguindo os princípios da Economia Solidária, as padarias comunitárias têm como principal objetivo a geração de renda aliada à solidariedade e cidadania, baseada na gestão coletiva. As padarias têm encontros mensais para debater as ações da Rede Fermento na Massa, além de cursos de formação. Entre as 130 pessoas que integram as padarias, cerca de 95% são mulheres. Em toda Curitiba e região metropolitana já funcionam 28 empreendimentos.

No início de novembro foi inaugurada a segunda padaria comunitária de Almirante Tamandaré. A “Pão da Vida” está localizada na Paróquia São João Batista e é administrada por três distintas senhoras que querem fazer a diferença na comunidade. Andrea Furquim, Dilva Dalponte e Rosa Antônia Kichijanoski fizeram o projeto acontecer na região da Lamenha Grande.

Padeiras_Paraná OnlineTudo começou no último mês de julho, quando os primeiros encontros ocorreram na paróquia. “Por meio da Pastoral da Criança decidimos implementar o projeto aqui no bairro e aí começou a correria. A Paróquia São João Batista ofereceu o espaço, a Cefuria todo o equipamento. Daí começamos a correr atrás do material para ajeitar o espaço para as aulas”, explica Dona Rosa Antônia.

“Foi uma correria boa. Fizemos rifa, pedimos ajuda dos vizinhos e dos comerciantes da região, conseguimos doadores, que nos deram o material de construção e todo o resto para dar estrutura. Depois o pessoal da paróquia ajudou com o restante do material, penduramos uma conta numa loja de material de construção. Alguns moradores da região, que são pedreiros, trabalharam à noite para tudo ficar pronto”, complementa Dona Rosa Antônia.

Andrea Furquim explica que, assim com ocorreu com ela, a ideia é oferecer todo o conhecimento das atividades de uma padaria para os participantes do curso. “Eu aprendi tudo quando fui aluna e mudou minha vida. Aprendi a lidar com os equipamentos e melhorar o processo de fazer o pão sem desperdiçar ingredientes”, explica.

“É um projeto que pode mudar a vida de uma pessoa, pois ela aprende uma profissão e pode depois trabalhar numa padaria ou até fazer pão pra vender nos supermercados e feiras”, destaca Dona Dilva.

A produção e as aulas na padaria comunitária Pão da Vida iniciaram essa semana e a ideia é já expandir e colocar os produtos à disposição de toda a comunidade. A padaria terá oito trabalhadoras e funcionará às quintas, sextas e sábados. “Fazemos bolos, bolachas, pão caseiro e pão de centeio, e a nossa ideia já divulgar nosso trabalho por aqui. O pessoal da Paróquia São João Batista já sinalizou que pode construir uma barraca pra vender nossos produtos”, comemora Dona Rosa Antônia.

“O lema união faz a força faz todo o sentido pra nós. Começamos com a ajuda de muita gente e queremos continuar para ajudar os outros. É um projeto que mostra que se unir em torno de uma ação em comum pode dar muito certo”, conclui Dona Rosa Antônia.

Padeiras2_Paraná Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 3 =